Salgados, Vídeos

Coxinha de frango com catupiry

Finalmente saiu aqui no blog a receita mais pedida lá no instagram, demorou um pouquinho (talvez não tão pouco) para eu compartilhar com vocês, porque queria muito gravar em video, já que é uma receita especial.

Minha história com a coxinha é antiga, eu aprendi com a minha mãe que fazia salgados por encomenda e eu sempre ajudava. Só que ela fazia sem receita, colocava tudo na panela sem medida e dava certo. Foi assim que eu aprendi também, sem receita e também dava certo.

Minhas coxinhas já são famosas, sempre que eu postava alguma foto as pessoas me pediam muito a receita e eu não sabia passar, já que fazia tudo “no olho”. Foi então que comecei a anotar os ingredientes e adaptei com batata na massa, porque fica bem mais gostosa, crocante por fora e molinha por dentro.

A massa da coxinha é muito importante, mas o recheio faz toda a diferença, eu particularmente não gosto de recheio de coxinha sem alho e cebola, acho que o tempero é fundamental. Também acho bem importante o recheio ter cor aquela “laranjadinha”, que pode ser dada com colorau ou molho de tomate.

Ingredientes da massa:

450 ml de leite

450 ml de água

1 tablete de caldo de galinha

2 colheres (chá) de sal

50 gramas de manteiga

2 batatas grandes

500 gramas de farinha de trigo peneirada

Ingredientes do recheio:

1 peito de frango grande sem pele e sem osso

1/4 xícara (chá) de óleo

2 dentes de alho picados

1 cebola bem picadinha

1 colher (sopa) de colorau (colorífico)

Sal e pimenta do reino a gosto

Cheiro verde picado a gosto

400 gramas de requeijão cremoso (para usar na hora de rechear a coxinha)

Para empanar:

1 xícara (chá) de leite

Farinha de rosca

Modo de preparo da massa:
  1. Descasque as batatas, corte em 4 e cozinhe até ficar bem macia. Amasse ainda quente e reserve.
  2. Em uma panela grande, coloque a água, o leite, o caldo de galinha, o sal, a manteiga e a batata.
  3. Quando levantar fervura adicione a farinha de trigo de uma só vez e misture com uma espátula firme ou colher de pau até desprender do fundo da panela e formar uma bola de massa.
  4. Coloque a massa em uma bancada levemente untada com óleo e espalhe para esfriar um pouco.
  5. Quando esfriar a ponto de você conseguir tocar nela, sove até ficar bem lisinha.
  6. Mantenha sempre coberta com um plástico para não ressecar.
Modo de preparo do recheio:
  1. Coloque o peito de frango na panela de pressão quando pegar pressão, cozinhe por 30 minutos, escorra e espere esfriar um pouco.
  2. Desfie o frango e reserve.
  3. Coloque o óleo em uma panela e quando aquecer adicione o alho picado. Quando o alho começar a dourar acrescente a cebola e refogue por uns 2 minutos.
  4. Adicione o colorau, misture e depois acrescente o frango desfiado. Tempere com sal e pimenta a gosto.
  5. Quando já estiver tudo misturado, adicione o cheiro verde e misture.
  6. Reserve.
Montagem da coxinha:
  1. Pegue uma porção de massa e abra na palma da mão, deixando o centro sempre mais gordinho.
  2. Coloque um pouco de requeijão no centro e cubra com o frango apertando um pouco com as costas da colher para caber bastante recheio. Não exagere no requeijão, pois pode dificultar na hora de fechar a coxinha.
  3. Feche as bordas da massa, com cuidado para não vazar recheio, em direção ao centro e formate a coxinha.
  4. Para empanar, passe a coxinha no leite, escorra e em seguida passe na farinha de rosca.
  5. Frite em óleo quente até ficarem bem douradas.

Dicas:

  1. Eu não gosto de usar o caldo do cozimento do frango na massa, como a maioria das pessoas fazem, mas se você gostar pode substituir pela parte de água da receita.
  2. Caso aconteça da massa grudar nas mãos, unte-as levemente com óleo.
  3. O requeijão cremoso que menciono na receita é daqueles de bisnaga, pode ser o famoso da marca catupiry, mas tem outras marcas que uso e são maravilhosas, como tirol, tirolez, vigor e crioulo.
  4. Nunca gostei de empanar a coxinha no ovo batido, porque na hora de fritar faz muitas espuma no óleo, fora que acho desnecessário, pois o ovo forma uma mistura grossa que na minha opinião só atrapalha na hora de empanar.
  5. Você também pode fazer uma mistura de água e amido de milho para banhar as coxinhas, no lugar do leite, o amido vai deixar a casquinha da coxinha ainda mais crocante. Para 1 xícara de água adicione 2 colheres (sopa) de amido de milho, misture bem, banhe as coxinhas e passe na farinha de rosca.
  6. Você pode usar essa massa para qualquer salgado frito, como risoles, bolinha de queijo e croquete.
  7. Depois de empanadas, as coxinhas podem ser congeladas por até 2 meses, para isso organize-as em uma forma, cubra com um plástico e leve ao freezer. Assim que congelar, retire-as e coloque-as em saquinhos plásticos bem fechados.
  8. Quando for fritar as coxinhas congeladas, eu recomendo resfriar um pouco antes, muitas pessoas preferem fritar congeladas, porém tem mais chance do recheio ficar gelado. 

Comentários

comentários